http://bit.ly/olhosaguia ← Saiba Mais sobre os Cursos e Treinamentos Visuais, aprenda os exercícios para o Seu Caso e melhore sua visão Naturalmente clicando ao lado.

Você tem dificuldades pra ler? Falta nitidez nas letras? As cores da letra e do fundo se misturam?

Você precisa aprimorar o foco da sua visão. E os dois exercícios que eu ensino nesse vídeo serão essenciais para isso!
Você sabia que existem exercícios para você aprender a ler melhor? Esse tipo de atividade é ótima para melhorar sua visão durante a leitura, principalmente se seus olhos ficam muito cansados depois de ler algum livro. É comum que, com o passar do tempo, nossa visão fique prejudicada por conta dos maus hábitos que temos no dia-a-dia. E eles continuam, mesmo com o uso dos óculos. Por isso, é importante que você não só procure tratamento no oftalmologista como, também, invista em práticas naturais para ajudar e melhorar sua visão.

Os exercícios para aprender a ler melhor são simples e podem ser feitos no dia-a-dia, até mesmo enquanto você está lendo um livro ou página avulsa. Eles são totalmente naturais e vão estimular seus olhos sem prejudicá-los. É importante que você faça todos eles sem óculos, assim o estímulo será focado na sua própria capacidade visual. Essas atividades para aprender a ler são benéficas tanto para seu foco de perto quanto para longe. Elas aguçam a saúde e foco dos olhos, não tem contraindicação e muito menos efeito colateral. Vamos praticar?

Como aprender a ler melhor usando livro de cabeça para baixo!

O primeiro exercício para aprender a ler sem prejudicar seus olhos requer um livro ou página avulsa com letras. Deixe o livro ou folha a mais ou menos um palmo de distância dos olhos, cerca de 20 a 30 centímetros. Tire seus óculos ou lentes de contato e vire o livro ou página de cabeça para baixo. Pode até colocar mais perto ou mais longe se necessário, mas não muito. A distância precisa ser média.

O exercício para aprender a ler consiste em olhar o livro de cabeça para baixo. Vá piscando, percorrendo as letras e formando as palavras. Tente entender o que está lendo, a nitidez de cada letra e, quando acabar a frase, vá para a próxima. Com o livro de ponta cabeça, você precisa percorrer com os olhos letra por letra, caso contrário não consegue formar a palavra. E aí está o exercício!
Para aprender a ler sem prejudicar os olhos, o exercício estimula a mácula, que é responsável pela visão dos detalhes. Ao ver letra por letra, você passa a estimular essa região tão importante da retina dos seus olhos.

Depois vire o livro na posição normal e você vai perceber que a tendência de ler cada letra de uma vez continua, mesmo depois de você terminar o exercício. Essa atividade ajuda a melhorar o foco dos seus olhos, ou seja, deixar a leitura mais nítida.

Quando estiver lendo alguma coisa, faça isso: vire de ponta cabeça de tempos em tempos. Ao fazer essa atividade, nós até piscamos e respiramos mais, fazendo a leitura se tornar mais relaxada e sem prejudicar os olhos. É importante que você não force a visão no exercício ok?

Como aprender ler os detalhes

O próximo exercício que vai ajudar você a aprender a ler sem prejudicar a visão pode ser feito com a palma da mão, livro ou página. Aproxime um deles (folha, livro, ou palma da mão) aos olhos, encostando no nariz mesmo.

No caso da folha, tente ler as letras sem forçar os olhos. Já no caso da palma da mão, vá percebendo os mínimos detalhes da pele mesmo sendo bem de pertinho.
Você pode sentir uma pequena pressão no centro da testa quando tentar aprender a ler tão perto. A letra pode ficar embaçada mesmo, mas percorra uma por uma, mude o livro de lugar, vá para outra palavra… Depois volte a página, livro ou sua mão para a posição normal, afastando, e perceba como ficou seu foco.
Se você tem vista cansada / Presbiopia ou Hipermetropia, esse exercício é fantástico. Muitas pessoas sentem diferença na hora: ao voltar a folha ou mão para a posição normal, elas sentem que a visão está mais nítida.

Essa atividade para aprender a ler trabalha a convergência (O popular ficar VESGO). Nós convergimos os olhos, então trabalhamos não só a musculatura ao redor deles como também o cristalino (lente interna dos olhos, responsável pelo seu foco). Essa lente, depois de contrair olhando bem pertinho, volta mais flexível e mais potente para o foco na distância normal.

Vale repetir o exercício depois e é muito importante fazê-lo sem óculos ou lentes de contato para estimular a convergência natural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here