#BenefíciosdoCafé #IntoxicaçãodeCafé #Natureba

Ele está presente na maioria dos lares no mundo, e por ser usado como energia ou despertador, ele é consumido por muitos desde o acordar até o final da tarde.

O café é o segundo produto mais valioso, em termos comerciais, sendo superado apenas pelo petróleo em volume de transações mundiais de negócios.

Mas apesar de sua popularidade, de acordo com cientistas, consumir café em excesso, pode causar problemas de saúde.

A cafeína é uma substância produzida naturalmente nas folhas e nas sementes de muitas plantas.

Considerada uma substância estimulante, ela ativa o sistema nervoso central, aumentando o nível de alerta.

Isso pode ser muito bom quando precisamos despertar no trabalho, depois do almoço não é mesmo!?

Mas sabia que você pode estar intoxicado pelo café? Os efeitos do café são mais longos do que imaginamos e, ainda são cumulativos.

Então quando tomamos um café, podemos ter sintomas de ansiedade ou insônia até 15 horas depois, sabia? Conhece alguém que seja fã de café? Aproveita e compartilha esse vídeo com ele!

Isso não é um problema grave, mas quando se é ansioso por naturalidade, esse sintoma pode ser bem desagradável.

A maioria das pessoas se sente bem após ingerir o café, que muitas vezes dá ânimo e estimula. Porém para outras, essa injeção de energia não é nem um pouco agradável.

Podendo provocar ansiedade, enjôos, dor de cabeça e ansiedade.
O excesso da cafeína, também pode ser o culpado pelos ataques de pânico, vertigens, diarreia e vontade frequente de urinar.

Se o seu corpo está intoxicado por cafeína, você pode apresentar: agitação, nervosismo, excitação, insônia, rubor facial, diurese, problemas gastrointestinais.

Esses sintomas podem aparecer até quando o consumo é em doses baixas.

Já os que são fanáticos por café, podem apresentar: espasmos musculares, divagações do pensamento e da fala, taquicardia ou arritmia cardíaca, períodos de infatigabilidade e agitação psicomotora.

Segundo a pesquisadora Julie Carrier é diretora científica da rede canadense sobre o sono e o ritmo biológico, da Universidade de Montreal, a cafeína pode interferir também nos ciclos normais do sono, desajustando nosso ritmo circadiano.

Certamente você já ouviu falar disso né? Mas além do café prejudicar o sono, sabia que ele diminui o sono lento e profundo?

Certamente é por esse motivo que você não relaxa depois de uma longa noite de sono. Privar-se do chamado sono paradoxal aumenta o risco de ter doenças como Parkinson ou Alzheimer, por exemplo, além de outros problemas de saúde.

Se você tem os sintomas que mencionamos antes ou possui taquicardia ou aindadificuldade para dormir; é melhor evitar o café e dar preferência ao chá, que possui efeitos mais tênues.

Se a questão é gosto, existem ótimas opções de descafeinados que podem ser ótimos ao paladar, sem interferir na sua saúde.

✅ INSCREVA-SE NO CANAL CLICANDO NO LINK ABAIXO DO VÍDEO!

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

——————————————————————————
*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.
——————————————————————————-

✅ Para mais informações, fonte e referência, acesse nosso BLOG pelo link que está na aba SOBRE do nosso canal!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here