http://bit.ly/olhosaguia ← Saiba Mais sobre os Cursos e Treinamentos Visuais, aprenda os exercícios para o Seu Caso e melhore sua visão Naturalmente clicando ao lado.

Você sabe qual é o seu olho mais fraco?

Nesse vídeo, eu vou te ensinar várias maneiras de descobrir qual é o seu olho mais fraco, além de ensinar um exercício importante para fortalecê-lo!
Será que você tem um olho preguiçoso? Ou será que ele nunca foi estimulado corretamente?

Na verdade, muitos chamam de preguiçoso aquele olho que é mais fraco, ou então um olho Amblíope (com Ambliopia)

Ou seja: funciona com menos qualidade que o outro. É aquele olho que você não enxerga tão bem, que tem alguma doença, grau maior de óculos, etc.

Por isso questiono sempre, será que ele é um olho preguiçoso mesmo? ou foi você que não o estimulou a vida toda, por achar que ele não iria responder?

É importante que você conheça meios para estimular seu olho mais fraco para que ele deixe de ser o seu “olho preguiçoso” e você atinga o equilíbrio entre os dois olhos.

Alguns exercícios visuais são especiais para ajudá-lo a fortalecer e equilibrar o uso da visão.

Quando nós temos um olho mais fraco, acabamos sobrecarregando aquele mais forte. E aí o equilíbrio não acontece de um jeito que melhore o ruim. Mas, sim, piorando o que estava bom – algo que não queremos, certo?
O que é olho preguiçoso?

O termo Olho preguiçoso significa que se trata de um olho com funcionalidade abaixo do normal., o cérebro recebe imagens diferentes de cada olho. Então, resolve esta confusão ignorando uma das imagens, o que faz com o que o olho não seja usado e essa parte do cérebro fique subdesenvolvida.

Entre os sintomas mais comuns de olho preguiçoso estão o desvio ou desalinhamento do olho. Porém, pode provocar outros graves problemas de visão, como: rápida perda de acuidade visual no olho afetado, perda de visão binocular e risco de perda de visão no olho mais forte.

A ambliopia não é um problema no olho em si, porém pode causar alguns problemas de visão. Ela é caracterizada por um problema de desenvolvimento com a ligação olho-cérebro. Ou seja: o cérebro basicamente aprendeu com o tempo a ignorar o que é transmitido por um dos olhos.

Pessoas estrábicas geralmente estão mais suscetíveis ao olho preguiçoso. O estrabismo é um desalinhamento dos olhos que acontece porque os seis músculos que os rodeiam e que ajudam a focar os olhos não funcionam em conjunto de forma adequada.

Outra causa comum é um erro refrativo, como miopia, hipermetropia ou astigmatismo, que seja maior em um dos olhos. Esse problema acaba provocando uma informação descombinada, sendo que a precedência de um dos olhos faz com o que o cérebro ignore a informação do outro.

Tudo que acaba criando algum tipo de desequilíbrio visual pode provocar a ambliopia, desde cataratas na infância, diferenças de forma ou de tamanho e outras anomalias anatômicas ou estruturais.

Como descobrir qual seu olho mais fraco?

A consulta do médico oftalmologista vai lhe dizer qual o seu olho mais fraco e se você tem ou não o diagnóstico de Olho Preguiçoso.

Porém, mesmo para quem não possui olho preguiçoso, há formas de descobrir qual parte da sua visão precisa ser melhor trabalhada, e qual é o seu olho mais fraco.

A primeira forma é olhar a receita dos seus óculos. Perceba qual lado tem o grau mais forte – provavelmente este é seu olho mais fraco. Isso se, por acaso, o outro não tiver alguma doença associada e que não aparece na receita, como a Catarata ou Degeneração Macular.

Outro jeito de descobrir seu olho MAIS FRACO para perto é pegar uma folha, tirar os óculos e, com um olho de cada vez, ler as palavras no papel. Tampe com a mão, sem forçar nem apertar, e vá fazendo essa verificação.

Você pode fazer o mesmo com uma Tabela Visual ou uma placa com letras colocada a uma distância de no mínimo 6 metros de você e assim verificar qual o olho mais fraco para longe.

Geralmente o resultado acontece no mesmo olho, ou seja, ele é o mais fraco para longe e também para perto, mas pode acontecer de um olho ser mais forte para longe e outro mais forte para perto.

Existe uma outra forma simples de descobrir qual dos seus olhos é mais fraco, e então poder estimulá-lo.
Faça um triângulo com as mãos e posicione na frente do seu rosto, a ponto que fique alinhado ao nariz. Esse triângulo precisa envolver algum objeto à distância. Lembre-se de não se mover, e também não mover suas mãos.

Então, pisque um olho e depois o outro. Você vai perceber que aquilo que está focando acaba saindo do centro do triângulo em algum momento, ou quando o olho direito está olhando, ou quando o esquerdo está focando.

O olho em que o objeto sair mais do centro do seu triângulo é provavelmente o olho mais fraco. (Dúvidas de como descobrir?, assista ao vídeo acima)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here