A doença hepática é grave.

E, embora a maioria das pessoas tradicionalmente associe doenças do fígado ao abuso de álcool a longo prazo, os médicos estão descobrindo que não é o único culpado de danos ao fígado.

A obesidade também é responsável pelo aumento dos problemas no fígado.

À medida que nossas dietas pioram e nossos estilos de vida sedentários aumentam, doenças que costumavam ser causadas por um hábito prejudicial estão sendo substituídas por outras.

As estimativas mais recentes acreditam que entre 20 a 30% de todos os adultos e mais de 10% de todas as crianças nos EUA têm um fígado gorduroso não derivado do consumo de álcool.

Infelizmente, em adultos e crianças já obesos, as taxas são muito maiores, causando grande preocupação entre os médicos. A DHGNA acontece quando a gordura se acumula ao redor do fígado das pessoas, que bebem muito pouco ou nenhum álcool.

Isso leva à EHNA (esteato-hepatite não alcoólica). Embora o que exatamente causa o desenvolvimento disso não tenha sido descoberto ainda, existem algumas dicas por aí.

Evidências sugerem que essa forma mais grave de doença hepática não-alcoólica pode vir da morte dos tecidos do fígado, da inflamação, do desequilíbrio de bactérias no sistema digestivo ou das proteínas liberadas pelos nossos corpos, que são tóxicas para o fígado.

Talvez a pior parte disso seja que parece surgir com pouco ou nenhum sintoma. Já que a gordura que se acumula em torno do fígado, muitas vezes pode passar despercebida, especialmente naqueles que estão acima do peso. Sem sintomas, o paciente não tem conhecimento de nenhum problema de saúde anormal.

Embora os profissionais da área médica estejam começando a entender que podem haver sinais que apontam para a presença de DHGNA.

Alguns desses sinais estão obviamente conectados à área abdominal, como dor abdominal e rápida perda de peso. No entanto, outros e completamente separados, como a descoloração da pele (um sinal comum de disfunção hepática) e dificuldade de concentração.

Se você suspeitar que você pode ter DHGNA, consulte o seu médico rapidamente. Mas, se você simplesmente quer cuidar e manter seu fígado limpo e desintoxicado, então considere estes remédios caseiros:

1. Óleo de semente
2. Cúrcuma
3. Gengibre
4. Cardo Mariano
5. Dente de Leão

Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

INSCREVA-SE NO CANAL ► https://goo.gl/JWAeet
Facebook ► https://goo.gl/QJwd9p

*O acompanhamento de um profissional da área de saúde é fundamental para uma boa saúde. O Natureba é um espaço informativo, de divulgação e educação com temas relacionados a saúde, nutrição e bem-estar. As informações e sugestões contidas neste vídeo têm caráter meramente informativo, não devendo ser utilizado como substituto de diagnóstico ou diagnóstico médico sem antes consultar um profissional de saúde – médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

OBS: Remédios naturais também tem efeitos colaterais, já que agem de formas diferentes em cada organismo, por isso antes de usar qualquer tratamento alternativo consulte sempre seu médico.

——-
Para mais informações, fonte e referência, acesse ► https://www.natureba.net/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here